Para abrir o próprio negócio, devem-se usar recursos próprios ou buscar fomento?

Data de publicação: 6 de dezembro de 2013

Que os brasileiros são empreendedores, isso todo mundo sabe, tanto que em todos estes anos como consultor, sempre escuto o titulo desta crônica dos futuros empreendedores.

Raramente escuto uma pergunta se os mesmos são capazes e estão preparados para se engajar em carreira solo, parece que esta hipótese não existe, então para não jogar água fria em algum possível leitor dessa crônica, apenas coloco algumas perguntas em que peço para responder sinceramente e refletir a respeito.

  1. Você tem reservas suficientes para garantir a manutenção da sua família por pelo menos 24 meses, além do dinheiro que precisa investir no negócio?
  2. Você já simulou quanto de dinheiro a nova empresa precisará para sobreviver nos próximos 12 meses, além do investimento inicial? Verificou se suas economias cobrem esta demanda de recurso no prazo em que a empresa não terá nenhuma receita?
  3. Você já conversou com sua família sobre os possíveis momentos de dificuldade e como seria o apertar dos cintos ?
  4. Você está certo que este é o negócio que vai fazer você dar adeus ao seu chefe e vai fazer você se realizar plenamente ou se trata apenas de uma iniciativa sem muito planejamento?
  5. Você pensa em sócios? Caso positivo, eles também colocarão dinheiro no negócio ou entrarão apenas com trabalho? Quando um dos sócios investe mais recursos que os demais pode haver conflito caso as metas não sejam cumpridas e a empresa precisar de mais dinheiro, pois uns se sentirão mais prejudicados que outros. Nestes casos, cabe prever no acordo de sociedade algum beneficio ou recompensa extra aos que mais investem para evitar problemas futuros.

Se não tiver uma gestão adequada, seus recursos rapidamente serão consumidos pelas demandas do dia-a-dia da empresa, por isso, priorize o que é mais crítico para o sucesso do negócio , pois com recursos próprios ou aportes bancários ou de particulares (investidores), nunca gaste sem ter um business plan claro, com um bom fluxo de caixa descontado pelo menos pelos próximos 03 anos, assim minimiza os riscos maximizando as suas chances de vencer.

Marcelo de Amoêdo – CEO da Amoêdo & Associados e colaborador do newsletter da OPP MAIS 

Veja Também

Newsletter

Receba novidades e promoções do nosso site.