Está na Hora de Fazer um Novo Site?

Data de publicação: 28 de novembro de 2013

Não existe uma regra precisa, mas se você está se fazendo esta pergunta, é porque provavelmente a hora já chegou.

Por onde começar?

Eu aposto que este é justamente o motivo de você ainda não ter refeito o seu novo site. Além disso, há o medo de perder a relevância já alcançada nos motores de busca.

Seu website teria que começar do zero?

Neste artigo você vai aprender como:

  • Estabelecer metas claras e mensuráveis para o novo site;
  • Proteger a pontuação (ranking) que já alcançou nos motores de busca;
  • Aumentar o número de visitantes, clientes em potencial e vendas;
  • Criar conteúdo que os clientes (e o Google) adoram.

1. Faça uma Fotografia do Seu Site Atual – Antes de fazer qualquer mudança em seu site ou redesenhá-lo é importante montar um relatório da performance atual. Você precisará levantar:

  • Número de visitas, visitantes, e visitantes únicos;
  • Taxa de rejeição;
  • Duração média da visita
  • Número de conversões (preencheu o formulário p/newsletter, solicitou visita/orçamento etc);
  • Vendas originadas pelo site.
  • Origens de tráfego (quem está enviando visitantes ao seu site).

Se você não tem essas informações, eu recomendo que instale o Google Analytics em seu site atual. Converse com a pessoa responsável pelo seu site ou procure um profissional para orientá-lo com relação ao assunto.

Para saber que caminho seguir, você precisa saber primeiro onde está. Não se deixe levar por impressões. Você precisa de números exatos.

2. Determine suas Metas – O motivo de refazer o site não pode ser simplesmente para ele ficar mais bonito (apesar das aparências influenciarem bastante no modo como os visitantes avaliam sua empresa). O principal fator deve ser fazer seu site “trabalhar” melhor, “conversar” melhor com os motores de busca (Google), proporcionar uma experiência mais “amigável” para o seu visitante.

Baseado no levantamento feito (item 1), estabeleça com seu designer ou agência, quais números deseja alcançar, qual será o foco do trabalho:

  • Aumentar o número de visitantes em _____%
  • Diminuir a taxa de rejeição para ________%
  • Aumentar o tempo de duração da visita para _______ minutos
  • Aumentar o número de conversões em _______%
  • Aumentar as vendas originadas no site em _____%

Você notará vários dos itens acima são codependentes, ou seja, para aumentar o número de conversões é necessário diminuir a taxa de rejeição e aumentar o número de visitantes.
Não existe uma métrica mais importante. Tudo irá depender do foco do seu negócio e da performance atual do seu website.
Você deve ter bastante claro que essas mudanças dependem de tempo para acontecerem. Sugerimos como uma meta realista um prazo entre 4-6 meses para poder medir com maior precisão as alterações de comportamento do seu público. Não acredite naqueles que lhe prometem torná-lo número um no Google em 30 dias. E não exija milagres do responsável pelo projeto.

3. Quem Está lhe Trazendo Clientes? – Esta é outra informação que o Google Analytics vai lhe mostrar.

  • Busca orgânica (a pessoa escreve as palavras-chave no Google)
  • Links patrocinados (Adwords)
  • Email marketing
  • Redes Sociais (quais delas)

Sabendo de onde os clientes veem, você saberá onde ir buscá-los. Saberá também onde aumentar ou diminuir seu investimento.

4. Cuidado Com o Que Você Vai Eliminar do Site – Antes de começar do zero, precisa considerar as consequências de tirar uma página do ar. Analise antes:

  • Seu conteúdo mais compartilhado ou visualizado;
  • As páginas mais visitadas
  • Suas melhores palavras-chaves e as páginas associadas a elas
  • Número de links apontando para suas páginas. Se você remove uma página que possui muitos links apontando para ela (outros sites possuem links que enviam visitantes para esta página), você poderá perder pontuação por isso.

5. Analise a Concorrência – Apesar de não recomendarmos que gaste seu tempo tentando acompanhar cada passo de seus concorrentes, é importante verificar de vez em quando o direcionamento das empresas que você considera seus concorrentes. Faça um levantamento para saber como está seu website hoje. Em seguida faça o levantamento de como está o website dos seus principais concorrentes. Visite os websites de seus concorrentes e anote o que você gosta e o que você não gosta. O propósito aqui não é copiar, mas descobrir o que você pode fazer melhor.Por último, faça uma lista de ações para discussão com seu designer ou agência de web.

6. Identifique Seu Diferencial – Antes de pensar no conteúdo do seu novo site, você precisar trabalhar no seu diferencial, na proposta que torna sua empresa única no mercado. Este é o texto mais importante no qual você irá trabalhar. É ele que determina o que sua empresa é, qual o propósito dela existir e como ele se diferencia das demais empresas do setor.

O mais importante, no entanto, é SOAR HUMANO. Nunca use texto que parece uma colagem de termos bonitos, que mais parece um emaranhado de frases sofisticadas, sem nenhum conteúdo real. Quer um exemplo?

“Empresa de comunicação corporativa, criada em 1987, com experiência comprovada no uso das mais diferentes ferramentas e estratégias de trabalho, foco em resultados e planejamento estratégico e proatividade. A XYZ Comunicação tem em seu portfólio atuação em várias áreas de negócios. A XYZ Comunicação é especializada em: Assessoria de imprensa, Comunicação interna, Publicações empresariais, Conteúdo/design para sites, Clipping eletrônico setorial, Gerenciamento de crises, Treinamento de porta-vozes, Eventos, Vídeos institucionais, Projetos gráficos e design. A XYZ Comunicação conta com uma equipe de profissionais especializados, com conhecimento comprovado, para atendimento de todas as necessidades de empresas, instituições e eventos em termos de comunicação corporativa. A presença consolidada no mercado possibilita a XYZ Comunicação importante relacionamento com profissionais dos mais diversos veículos de comunicação impressos e eletrônicos em nível nacional.”

Agora veja um texto moderno e direto:

“A XYZ é uma empresa de comunicação empresarial criativa e versátil, especializada na divulgação de organizações, empresas, produtos e serviços para todos os meios de comunicação. Com base em um planejamento estratégico personalizado, o trabalho tem como objetivo gerar ampla visibilidade da empresa-cliente, fortalecendo sua imagem institucional junto ao público-alvo  por meio de: Assessoria de imprensa e criação de conteúdo para Internet.”

Este texto define de maneira clara a personalidade de sua empresa. Um texto antiquado, com termos rebuscados e recheado de palavras-chave transmitirá ao visitante a impressão de que está lidando com uma empresa desatualizada e desconectada da realidade. Não adiantará possuir um website com aparência moderna. A mensagem final soará falsa.

7. Crie Perfis de cliente (Personas) – Sim, eu sei que todo mundo precisa do seu produto/serviço, mas você precisa focar em um perfil específico.

Cada vez que um cliente em potencial entra em seu website, ele está se perguntando: O que há para mim aqui? Como esta empresa pode resolver o meu problema?

Saber quem é o seu cliente é um exercício interessante que o ajudará muito na hora de decidir suas estratégias de marketing (mas este é um assunto para outro post).

8. Otimize Seu Website para os Motores de Busca – Ser encontrado (e atrair clientes) é o propósito de possuir um website. Caso contrário, você não estaria lendo este texto, não é mesmo?

Seguem abaixo alguns dos pontos mais importantes:

  • Você já deve ter identificado (passos 1 e 4) quais são suas páginas que mais atraem tráfego, assim como páginas que possuem links em outros sites. Se resolver mudar seu conteúdo,  será necessário criar 301 redirects para você não perder a relevância já alcançada. Converse com o seu designer sobre isto ou consulte um SEO.
  • Cada página deve ter apenas um assunto a fim de mostrar foco ao Google. Selecione as palavras-chave a serem trabalhadas na página. Limite o número de palavras-chave a uma ou duas. Você poderá descobrir quais palavras-chave têm mais relevância através do Trends: http://www.google.com/trends/explore.

9. Calls-to-action (Chamados à Ação) – Cada página do seu website deve ter um propósito definido: fazer inscrição para a newsletter, pedir um orçamento, solicitar a visita de um vendedor ou efetuar uma compra.

A interação entre website e o visitante deve ser algo dinâmico, que aumente o potencial de conversão. Veja algumas ideias:

  • Ebooks
  • Concursos e promoções
  • Compra de produtos
  • Assinatura de newsletter
  • Testes gratuitos de serviços
  • Consulta, demonstração etc.

Estes “chamados à ação” devem ter design especialmente criado para atrair a atenção do visitante e devem ser criados de maneira a lhe permitir saber qual foi o índice de sucesso de cada um deles.

10. Geração de Conteúdo – Quanto mais conteúdo relevante você tiver, maiores as possibilidades de atrair visitantes ao seu site e consequentemente sua empresa crescerá com isso. Um site com 100 páginas sempre atrairá mais visitantes do que um site com 10 páginas (ambos bem construídos, claro).

Um site que possui um fluxo constante de novos conteúdos está destinado a ter maior relevância. Por isso, você deve estabelecer uma estratégia constante de novos conteúdos:

  • Comece um blog: esta é a melhor maneira para ter um fluxo constante de atualizações em seu website. Segundo a Hubspot, empresas que possuem um blog recebem 55% mais visitantes e 88% mais clientes potenciais do que aquelas que não possuem esta ferramenta.
  • Press Releases: Inclua atualizações da imprensa sobre sua empresa e outras novidades e lançamentos; mas não se limite a isto.
  • Terceirização de conteúdo: Não consegue encontrar tempo para gerar conteúdo? Chame sua equipe. Dê a seus colaboradores a oportunidade de compartilharem seus conhecimentos. Ou, em último caso, contrate os serviços de profissionais (blogueiros ou não).

11. Lembre-se – Além do que foi tratado acima, ainda é importante dar atenção a:

  • Páginas de destino: são as páginas que você compartilha, ou aquelas que você envia com suas propostas. Elas devem estar sempre atualizadas. Elas serão a primeira impressão de muitos de seus visitantes.
  • Compartilhamento: Inclua botões de compartilhamento para as redes sociais em todas as suas páginas. Facilite ao máximo o desejo do seu cliente de compartilhar a boa experiência que ele tem com sua empresa.
  • Analytics: É imprescindível tê-lo instalado em seu site. Ele lhe mostrará o norte para a melhoria da performance de seu website.

 

Sandra Reynaldo – Profissional de marketing e integrante da equipe de atendimento da OPP MAIS® 

Veja Também

Newsletter

Receba novidades e promoções do nosso site.