Engajamento e performance: entenda a relação

Data de publicação: 26 de outubro de 2015

Engajamento e comunicação interna não são mais tratados como um recurso adicional nas empresas. Ambos passaram a ser reconhecidos como chave no direcionamento dos resultados nos negócios e na otimização da performance.

Uma pesquisa de 2015 conduzida pela Conference Board, a CEO Challenge, mostra que, dentre opiniões dos 943 CEOs entrevistados, o capital humano aparece como a principal prioridade em empresas dos Estados Unidos, China, Índia, América Latina e Sudeste Asiático.

Basic CMYKAs empresas entendem que, quando os funcionários estão engajados, todos os outros aspectos importantes, como inovação, relacionamento com o cliente, excelência operacional, sustentabilidade, marca e reputação, se resolvem automaticamente.

É possível medir os resultados e efeitos de campanhas de comunicação interna no engajamento dos funcionários. Também é possível correlacionar a rotatividade com o engajamento. Equipes com líderes pouco engajadores têm o dobro de rotatividade que os times liderados por gestores engajadores. A economia de gastos com novas contratações demonstra a importância da comunicação interna no engajamento dos funcionários.

Um relatório da Harvard Business Review (HBR) sobre o engajamento de funcionários afirma que, enquanto muitos executivos enxergam uma clara necessidade de aumentar o engajamento da equipe, muitos ainda precisam desenvolver maneiras tangíveis de medir e enfrentar esse objetivo. No entanto, várias empresas afirmam que já estão ganhando vantagens competitivas estabelecendo métricas e práticas para quantificar e aumentar o impacto de iniciativas de engajamento na performance geral da empresa.

Juliane Yamaoka é gerente-geral da Efix

Fonte: www.administradores.com.br


Veja Também

Newsletter

Receba novidades e promoções do nosso site.